Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2015

"Faz do resto da tua vida o melhor da vida!"

Sonhadoras(es) deste nosso Portugal e arredores, como estão? Tiveram um bom fim de semana?  Espero que tudo tenha decorrido da melhor forma para todos vós que se encontram desse outro lado do monitor e que tiraram uns breves minutos para lerem este textinho.
Por aqui tenta-se adquirir forças para recuperar do último abalo. Ainda está tudo tão presente e é difícil passar um dia sem pensar no sucedido, sem que as lágrimas brotem pelos olhos e sinta o seu sabor salgado quando chegam aos lábios. A 'vó Lurdes pediu para não colocarmos luto nem chorarmos, mas não está a ser de todo fácil acatar este último pedido. Ainda ontem ao lanche ocupei o mesmo lugar à mesa, olhei para o lado e ela não estava lá. O coração apertou, o sorriso no rosto desvaneceu-se e só pensei "Porque não me deste mais um pouco de tempo na tua companhia? Sinto a tua falta!". Foi tudo tão rápido e inesperado! Ainda tenho dificuldade em aceitar que não a vou ter fisicamente a meu lado nas tarde de domingo,…

O destino e as suas ironias

Boa tarde Sonhadoras(es)!
 Já não vinha ao blogue há quase uma semana devido ao falecimento de uma das pessoas mais importantes da minha vida. Com ela dei os primeiros passos, aprendi a falar, foi quem me criou durante os primeiros anos de vida e com quem vivi 10 anos. Era a última avó que me restava ainda viva. Considerada por muitos uma mulher dura e por vezes fria, que dizia sempre o que pensava sem qualquer pudor, mas que eu aprendi a Amar de forma incondicional. A vida nunca lhe foi fácil e para criar o seu pequeno império teve de passar por muito. Qualquer um de nós também ficaria assim se tivesse de tomar as rédeas da vida daquela forma: a pulso, com dor, sofrimento e muita luta!
 Ainda tenho dificuldade em escrever sobre o assunto, não há noite em que ao deitar não chore e, mais uma vez, deixe a almofada encharcada de lágrimas e assim acabe por adormecer. Estes dias estão a ser complicados, custa sempre a aceitar que perdemos fisicamente alguém que tanto Amamos. Apesar de ser…

Bloquear ou não bloquear, eis a questão!

Hoje resolvi escrever sobre aquela definição de seu nome "Bloquear" existente no facebook. Todos nós a conhecemos e certamente que já a utilizamos. No início deste ano resolvi que não fazia qualquer sentido utilizá-la e acabei por retirar o bloqueio a dois marmanjos que me chatearam o juízo por uns tempos. Uma vez que me considero uma pessoa civilizada, que aprendi a sair de cena quando é necessário e a respeitar as decisões tomadas por outros, espero sinceramente a mesma atitude por parte dos restantes. 
A minha vida sempre teve uma porta aberta para a entrada de novos amigos e saída daqueles que já não querem fazer parte da mesma. Não obrigo ninguém a ficar quando não é esse o seu desejo. Amizade não se pede nem pedincha, dá-se de coração aberto e sem obrigações ou exigências.
Convenhamos, que não é uma atitude muito madura bloquear alguém e espero com isto não estar a ofender alguém! É apenas a minha opinião. Se realmente houver interesse em saber algo mais sobre o outro…

Há quem não saiba dizer "Não" e há quem não saiba ouvir um "Não"!

Já venho a remoer este assunto há 2 dias, o que foi bom para assentar as ideias e não reagir a quente, coisa que nunca dá bom resultado.
Não é que na quarta à noite fui abordada por um tipo no facebook, que teve a distinta lata de me enxovalhar, tentar denegrir e humilhar, tudo isto depois de ter levado com um redondo "Não"? Há quem não saiba, mas já aqui escrevi que conheci a minha quota parte de homenzinhos sem carácter e de má índole, aprendi da pior maneira a distingui-los e a perceber o que têm em mente, o que está por trás da abordagem. Preferia "ficar a seco" e peço desculpa pelo termo utilizado, foi a forma mais cordial, mas talvez a menos directa para referir o acto em questão, repito "prefiro ficar a seco" até ao final dos meus dias do que levar com um ser sem formação e educação, porque dinheiro ou curso superior não é de todo sinal de boa educação e de saber estar. Já conheci iletrados mais "instruídos" no que concerne a ser respeit…

Lição de vida #2 - Aprendizagem 2015

Caras Sonhadoras(es),
O ano ainda não finalizou, ainda faltam mais uns meros 44 dias, mas a verdade é que o tempo passa a uma velocidade enorme. Não tarda nada estamos nos preparativos para o Natal, na habitual corrida pelos presentes (esta parte eu dispenso), a passar horas na cozinha a preparar aquelas delícias típicas da época natalícia que nos trazem água na boca, rodeados pela família em volta da mesa a conviver e a partilhar bons momentos (o que eu mais adoro!!) e passados uns dias andamos na loucura à procura do "outfit" perfeito para usar na virada do ano. Bolas, estamos quase em 2016! 
Este ano tem sido duro em termos de aprendizagem nesta vida. Levei com cada abanão que não estava minimamente à espera, contudo cresci muito com tudo o que tem sucedido e esse tem sido, sem dúvida alguma, o aspecto positivo a retirar de tudo o que vivi.
Queria partilhar convosco "As 4 Leis da Espiritualidade Ensinadas na Índia". No momento em que as li, identifiquei-me por …

Balanço Final - Desafio#1

Olá Sonhadoras(es),
O Desafio#1 terminou na sexta-feira 13 e não poderia ter decorrido da melhor forma! Peço desculpa por só agora conseguir escrever estas linhas. Venho atrasada, mas de coração cheio!! 
Não imaginam o quanto me fez bem estar uma semana longe do mundo virtual. Permitiu-me assentar e clarificar as ideias, esquecer algumas coisas menos boas que me entristeciam e ganhar força para seguir em frente. Há alturas na vida em que é necessário afastarmo-nos um pouquinho, respirar com calma, carregar baterias, dar um pontapé na bunda da tristeza, erguer a cabeça e Sorrir!
Admito que senti falta da partilha habitual de comentários, principalmente com aqueles que me são mais queridos, mas foi um mal necessário. 
É um regresso em força, com mais determinação e vontade de vencer! 
Tristezas ao largo e "vambora" ser feliz, sonhar, sorrir e AMAR MUITO!
Desafio#1 - Terminado com sucesso!

Beijo enorme para todos e até breve!

São Martinho

11 de Novembro - Dia de São Martinho


Estamos numa das minhas épocas do ano preferidas e nada melhor que um bom magusto para celebrar o Outono.
Este ano foi muito tranquilo, mas não podia deixar de dar um saltinho a casa dos pais para me deliciar com a boa da castanha assada que eu simplesmente ADORO! A mãe esteve no seu melhor, como sempre! Cheguei para jantar já passava das 22h, mas a sopinha acabadinha de fazer já estava à minha espera, assim como umas quantas castanhas assadas bem abafadinhas para conservar um pouco do seu calor. Realmente, quem tem uma mãe tem tudo! Estava tão cansada que se viesse directamente para casa, muito provavelmente ia passar o dia sem provar as castanhas. Não tinha qualquer paciência para preparar, colocar a assar e esperar que estivessem prontas. Só queria esticar-me um pouco e descansar! Quando se vive sozinho, também se perde um pouco a vontade de preparar algo, não há aquele incentivo que nos impulsiona a preparar um mimo para a cara metade. Acabo po…

Primeiro balanço (Desafio#1 - Uma Semana Longe das Redes Sociais)

Tal como prometido, cá estou para fazer o balanço sobre este primeiro desafio.    Já passaram quase 4 dias desde que o iniciei e até está a decorrer bem melhor do que esperava. Confesso que nos tempos "mortos" dá aquela vontade de dar uma espreitadela ao facebook, quanto mais não seja para ocupar um pouco o tempo disponível. É verdade que sinto falta da habitual interacção, da partilha de publicações e da troca de comentários que se segue. Pode parecer-vos estranho, não sei se vos acontece o mesmo, mas deparei-me com o seguinte facto: com algumas pessoas o contacto existe apenas pelo facebook apesar de termos os números de telemóvel uns dos outros. Acabamos por interagir, combinar saídas através do mesmo e tenho pena que isso só ocorra por lá. Será que é preciso andar pelo facebook e estar online para que se lembrem que estou viva? Espero bem que não!! Convenhamos, que o mesmo se aplica a mim. Às vezes estamos à espera que sejam os outros a tomarem a iniciativa e, por seu…

Desafio#1 - Uma semana longe das redes sociais

Em virtude de algumas coisas menos boas que se têm passado deste lado, resolvi impor a mim mesma um desafio de passar uma semana longe das redes sociais.
Estarei ausente do:
Facebook (da página pessoal: https://www.facebook.com/AnaCecilia80 e da página relativa a este blogue: https://www.facebook.com/Anita-A-Ca%C3%A7adora-de-Sonhos-1521122244841875/),Instagram (https://instagram.com/anitaeseussonhos/),Twitter (https://twitter.com/AninhasPereira/) ePinterest (https://pt.pinterest.com/Aninhas1980/)
 A recente entrevista e história da adolescente Essena O'Neill, estrela australiana do Instagram com apenas 19 anos (http://www.publico.pt/tecnologia/noticia/estrela-australiana-do-instagram-editou-o-passado-online-para-dizer-esta-vida-nao-e-real-1713237), fez-me pensar em determinados assuntos e rever o modo como eu estava a viver a minha participação nestas ditas redes sociais, em especial no Facebook.   Ao longo destes dias irei revelar com mais pormenor as razões que me levaram à tomad…

Quando os amigos nos desiludem

Ando há dias para escrever um pouquinho sobre este assunto, mas como sei que é algo que vai mexer comigo e trazer sentimentos à flor da pele, emoções essas que tenho colocado para debaixo do tapete, tenho vindo a adiá-lo apesar de todo o mal que isso me tem feito. Chegou a hora de dizer/escrever aquilo que penso, sem filtros, aquilo que verdadeiramente sinto e que vou engolindo em seco dia após dia.
Aqui vai.. Estou cansada, deveras exausta de ser o saco de boxe, onde descarregam as suas frustrações, desilusões e desesperos. Ouço e com todo o gosto, quando uma amiga me procura para desabafar e sinto que se não o fizer explode a qualquer momento. Compreendo o seu sofrimento e estou lá quando mais ninguém está, quando todos já a abandonaram dado o seu comportamento irascível quando as coisas não lhe correm de feição. Mesmo não concordando com todas as suas escolhas, aceito-a porque assim aprendi: a aceitar o outro mesmo quando não estou de acordo com os seus comportamentos, ver a pesso…

Resquícios do Halloween e do Dia de Todos os Santos

Hoje venho partilhar com todos vós mais um pedacinho de mim.  Desta feita e ainda no rescaldo do Dia das Bruxas (Halloween) e dia seguinte (Dia de Todos os Santos), vou abordar as tradições que existem na minha família e as quais pretendo ou não perpetuar. 
Começando pelo Halloween, não tenho qualquer memória de o comemorar. Na década de 80 do século passado (neste momento acabei por me sentir uma velhinha no final de vida ao recordar que nasci em 1980), não havia por hábito festejar este dia nas escolas ou em casa com familiares e amigos, pelo menos na localidade onde cresci. Assim sendo, esta tradição originária dos países de língua inglesa, em especial Reino Unido, Irlanda, Estados Unidos da América e Canadá, não me apraz grande fascínio ou interesse na mesma. Considero esta comemoração uma "importação" com objectivos comerciais, nunca fez parte da minha infância ou adolescência e já como adulta confesso que não acho grande piada! No entanto, gostos não se discutem e se for…