Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2016

ADEUS 2016!

Olá Sonhadoras(es)! 
Esta será a última publicação deste ano e, como tal, queria desde já agradecer a vossa presença neste cantinho ao longo deste ano. Obrigada por me "escutarem", por fazerem parte da minha vida!
Na publicação anterior deixei-vos uma mensagem de Natal. Apesar de andar pouco inspirada nesta época festiva não poderia deixar a mesma passar em branco. 
Os últimos Natais têm sido um pouco diferentes dos demais. É uma mistura de sentimentos, uma miscelânea de pensamentos e com gostinho um tanto ao quanto agridoce! Desde que a minha madrinha, avó materna e paterna faleceram (esta última há 1 ano e 1 mês) que grande parte deste espírito de Natal, alegria e boa disposição se foram dissipando ao poucos. As crianças também foram crescendo, os primos casaram e constituíram a sua própria família repartindo-se entre os 2 lados da família e consoante as festividades. O Natal foi perdendo parte da sua magia, tornando-se mais pobre.




O Espírito de Natal esteve tão ausente qu…

Natal 2016

Bom dia, Sonhadoras(es)! 
Não podia deixar de passar esta época festiva sem vos desejar as maiores felicidades e um Natal com muita saúde, harmonia e paz junto daqueles que tanto Amam e, já agora, uns quantos docinhos e iguarias tipicamente Portuguesas a forrarem o estômago! 

Agradeço a vossa presença neste cantinho e a paciência que têm demonstrado ao lerem os meus desabafos, desatinos e neuras! 
Feliz Natal a todos os meus amigos do mundo virtual!  Não importa a forma que a amizade toma, o que conta é o sentimento, e vocês são muito especiais para mim.
Tantas vezes nos sentamos em frente à nossa tela solitária e fria para encontrar calor e companhia do outro lado. Assim, um coração que às vezes se sentia triste e desolado volta a sorrir e a sentir esperança.
Amigos virtuais são, às vezes, tão importantes e relevantes quanto os amigos presenciais. E acima de tudo são reais e ajudam quando tudo o resto parece falhar. 
Então, a todos vocês que estão do outro lado desta tela eu desejo muito…

Swonkie | O Melhor Amigo do Meu Blog Chegou

Chegou o Swonkie e veio tornar a minha vida mais fácil nas Redes Sociais.

Agora consigo criar todos os conteúdos do meu Blog de uma forma mais centralizada e direta nas Redes Sociais. Num único lugar, consigo criar uma Publicação no meu blog, partilhar para todas as Redes Sociais e agendar para outro dia sem ter ainda a Publicação do Blog online.

Agora deixa de ser necessário o trabalho de copiar links de plataforma em plataforma para partilhar ou até mesmo andar nas diferentes Redes Sociais para responder aos nossos seguidores, porque consigo fazer tudo isto no Swonkie.

Não acreditam? Vamos a isso então :)

Para começar só têm de adicionar as Redes Sociais que querem gerir: Basta ativar as Redes Sociais pretendidas, fazer o processo de login et voilà, todas as vossas Redes Sociais num único lugar sem terem de andar de Rede Social em Rede Social para publicarem, comentarem ou gostarem de alguma publicação.
Depois de adicionar as Redes Sociais, conseguem num único sítio controlar as vossas…

Planear a vida

Fazer planos para a vida é sonhar, é manter a esperança na concretização dos tão almejados desejos. 
Traçar metas é viver, ansiar e ter fé que dias melhores estão por chegar.
Não me peçam para deixar de planear o futuro, já o tentei imensas vezes e não consigo. Viver o presente? Claro que sim, mas sempre com objectivos a curto, médio e longo prazo.  Muitos podem não se realizar, mas são o meu alento nos dias mais tristes e de maior desânimo, a força quando preciso de ir à luta, o motivo para me levantar da cama quando a tristeza se instala. 
Viver sem metas definidas para a vida é assinar um cheque em branco, é entregar-se à casualidade ou à rotina, ao comodismo.
Já diz o ditado: Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve.
Por favor, não me peçam para deixar de sonhar, quando muito obsecrem para não vos incluir nos meus planos.


Momentos de Clareza

Bem-vindos a mais um desabafo!

Momentos de Clareza
Confesso que, infelizmente, tenho poucas vezes estes ditos "momentos de clareza". Quem me dera tê-los com uma maior frequência!  Hoje, dei por mim a pensar no seguinte: Durante longos anos, mais de uma década para ser precisa, a depressão serviu de desculpa para muitos dos meus comportamentos. Refiro-me especificamente àqueles momentos em que não tinha qualquer vontade de sair ou fazer um ou outro programa. É que nem fazia o mínimo esforço e a doença era a dita desculpa perfeita: "Estou em baixo, não quero sair, não tenho vontade..." Coloco a palavra desculpa em itálico pois, na verdade, a "Dee" (depressão) me deixava assim mesmo, em estado vegetativo, apática, sem forças e vontade de estar acompanhada. Preferia a solidão, estar isolada no meu mundo, ausente da realidade que tanto me deixava triste e incapaz de lutar. Deveria ter combatido esse estado, feito um esforço extra, ido buscar forças ao fim do …

Pensamentos que nos adoecem!

Há uns dias atrás publiquei esta imagem no facebook e quem me segue por lá provavelmente está a reconhecê-la. Na altura não teci qualquer comentário sobre a mesma, mas na verdade, havia algo por trás da mesma que estava a mexer comigo (e ainda me dá comichão, daí a necessidade de falar/escrever sobre o assunto!).
Não consigo entender, por mais que o tente, quem resolve agredir o outro gratuitamente, assim sem mais nem menos! Sei lá... Porque lhe apetece descarregar a frustração, a raiva, a inveja ou simplesmente porque a boa educação e o bom senso não existem e nem sabem qual o seu significado. Isto sou eu a tentar arranjar uma razão para quem o faz, como se houvesse qualquer desculpa para tal!

Já passou mais de uma semana desde que "tropecei" em tal episódio infeliz. Se vir a pessoa em causa uma vez no ano já é uma sorte, ou melhor, uma infelicidade! Chego eu toda sorridente e bem disposta e cumprimento com um "Olá! Tudo bem com o XPTO?" e recebo logo um comentár…

Gratidão

Hoje o dia foi complicado p'ra caraças!  Mais um obstáculo que não consegui ultrapassar e que ainda está a barrar o meu caminho. No entanto, percebi (e nunca é tarde demais para isso!) que apesar de não ter tudo aquilo que quero e desejo nesta vida e que ainda tenho um longo trajecto pela frente até o atingir, tudo aquilo que "tenho" me faz imensamente feliz.  Acho que está mais do que na hora de Agradecer todos os dias ao deitar e acordar em vez de reclamar. Sou insatisfeita por natureza, ambiciosa dentro de certos limites,  desejo sempre mais e melhor e, por vezes, esqueço-me do mais importante: Gratidão perante a vida, quem me rege e todos aqueles que com a sua compreensão e amor me têm ajudado a ultrapassar os momentos mais difíceis. 
Que a palavra "GRATIDÃO" vire rotina no meu dia-a-dia, que jamais me esqueça desta sobretudo perante as adversidades!  .

"Solidão" estranhamente reconfortante!

Olá Sonhadoras(es)!
Como têm estado? A aproveitar as férias da melhor forma possível?

Deste lado não tem estado fácil! As altas temperaturas não ajudam em nada. Não me dou bem com o calor, sinto-me sem forças, parece que tenho de despender o triplo da energia para fazer seja o que for. É esgotante, cansativo! Dava tudo para estar num local bem mais ameno com um vento fresquinho a bater no rosto! Parece que este calor veio para ficar por isso, tenho mesmo que me habituar e coordenar o meu dia-a-dia da melhor forma para que consiga fazer aquilo a que me propus há uns meses atrás. 
Tirando estes percalços, tenho-me sentido "estranha" de há uns tempos para cá. Talvez este não seja o adjectivo mais correcto para descrever este estado de alma. Tenho optado por passar grande parte do tempo sozinha e estranhamente, estou a gostar de tal forma dessa dita "solidão" que me tem surpreendido e gerado alguma incompreensão naqueles que me rodeiam. 
É certo que, à medida que vamos…

Opiniões há muitas!

Olá a todos! Como têm estado neste último mês? 
É verdade, já lá vai quase um mês desde a última publicação. Tenho andado a portar-me mal neste aspecto, mas tem sido tanta informação a dar voltas na cabeça que acabei por colocar um pouco de parte este "projecto".  Tanta coisa tem acontecido nesta minha ausência, mas ainda estou em processo de "digestão" e a ruminar um pouco sobre os últimos acontecimentos. Vamos ver se no final consigo escrever um pouco sobre esses assuntos, por enquanto, prefiro assentar e deixar baixar a poeira.
Resolvi voltar com o seguinte tema: "Opinar ou não opinar, eis a questão!". Todos nós já fomos alvo de comentários à cerca da nossa forma de ser e estar, sobre o que trazemos vestido, o livro que estamos a ler ou sobre aquela música que temos em modo replay no nosso mp3. Há sempre quem goste de dar a sua opinião, mesmo quando a mesma não lhe é pedida. E se há coisa que me irrita é esta mesma: darem a sua opinião por tudo e por …

Colocar um ponto final e seguir em frente!

Olá a todos! Como têm estado? Espero que tudo esteja a decorrer da melhor forma. Temos fim-de-semana prolongado, já temos mais um motivo para sorrir!:)
Quem se recorda da penúltima publicação: "Uma Espécie de Carta"? Venho falar sobre a mesma e da sua importância para resolver o que sentia há mais de 1 ano. 
Pois bem, resolvi enviar a mesma à pessoa à qual ela era dirigida. Já lá vão 15 dias e era o passo final que tinha de dar para acabar com a estória de uma vez por todas. Tal como esperava, a pessoa em causa leu a mesma e não comentou. Atitude que eu sabia de antemão que seria a tomada e agradeço que assim tenha sido. Era o meu último desabafo, não queria mais voltar a ter qualquer contacto nem voltar a cair novamente na tentação de perdoar. Felizmente, este acto trouxe-me paz e um alívio profundo. Podem achar que é ainda muito recente escrever/falar sobre o assunto, tenho consciência que passaram apenas 2 semanas. No entanto, não senti durante este período de tempo qual…

Interacção entre Bloggers

Olá a todos os que me acompanham neste pequeno espaço de partilha!

Como têm estado? Espero que tudo esteja a decorrer da melhor forma para cada um de vocês!

Desde já, aproveito para vos desejar uma óptima semana de trabalho, estudo, mas também de alguma diversão e entretenimento. Também precisamos destes momentos e em muita e boa dose!. :)
Hoje venho partilhar uma das melhores coisas que este mundo da blogosfera me tem proporcionado desde que iniciei o blogue: a interacção, partilha, boas conversas e novas amizades entre alguns dos bloggers que sigo com muita atenção e carinho.
Um dos blogues que sigo já há algum tempo é o O Pinguim Sem Asas que tem como autor o blogger Ricardo Rodrigues, Ele é também co-autor de outro blogue Perfect Skin  e colaborador da revista Blogazine nas áreas de Saúde e Men. Aconselho vivamente a visitarem estes blogues. Certamente que irão gostar e vão passar a segui-los com regularidade!
Há uns meses, o Ricardo iniciou uma nova rubrica no seu blogue -"…

Uma espécie de carta

Há alturas em que a saudade aperta, engulo o pouco do orgulho que me resta e vou de encontro a ti. Procuro saber como estás, como têm corrido os últimos dias, se precisas de algo.  No fundo, quero saber se sentes a minha falta da mesma forma que tenho sentido a tua ausência.  Quer-me parecer que não estás minimamente preocupado... Sim... magoa, dói e muito, sentir que do outro lado há apenas indiferença e muita altivez que não te permite dar a outra face, mesmo quando sabes que é a atitude mais correcta. No entanto, não consigo esquecer todos os bons momentos que vivi na tua companhia. Não foi um mar de rosas, de todo que não foi!! Mas nem tudo foi mau... Adormecer a teu lado, ter o teu abraço e beijo antes de cair no sono foram dos melhores presentes que recebi nesta vida. Não perdurou no tempo, nem tampouco durou o que eu desejava, mas já aprendi que tudo na vida é efémero, passageiro.  Ficam no pensamento os melhores momentos, os mais doces e ternurentos. Aqueles em que a cumplicidade e o a…

Confissões #1

Mar, Praia, Areia, Ondas... O cheiro a maresia, o barulho das ondas a baterem nos rochedos, a espuma que cada uma delas deixa na areia, sentir no corpo o sal do mar, observar a infinidade de cores, tamanhos e formas dos pequenos seixos dispersos por entre os grãos de areia. Sentir uma enorme paz, tranquilidade, serenidade...  Tantos outros sinónimos se poderiam juntar a estes e, no entanto, não seriam suficientes para descrever o que sinto quando permaneço junto ao mar.
É um dos locais onde toda a minha angústia, tristeza e problemas se desvanecem. Nenhum antidepressivo ou substância psicotrópica tem este efeito sobre mim. Nada se aproxima da harmonia, bem-estar e equilíbrio que o mar me transmite! Há alturas em que este banho de mar é o único balsamo que me consegue acalmar! A água tem este poder sobre mim! E hoje foi mais um desses dias em que tal sucedeu!
Por vezes, pensamos que determinada situação da nossa vida está mais do que resolvida. Que tal sentimento permanece guardado na ga…